segunda-feira, 28 de março de 2011

SEGURANÇA PATRIMONIAL

SOLUÇÕES EM SEGURANÇA PATRIMONIAL

Siderley A. de Lima

                 No artigo desta edição iremos tratar sobre segurança patrimonial, que é definida da seguinte forma " Conjunto de medidas que visa a proteção dos bens, patrimônio, e a produção de uma empresa ou indústria". Depois do maior bem que é a nossa vida e a das pessoas que estão ao nosso redor, a preocupação em proteger o nosso patrimônio também é necessário, com o aumento da criminalidade a necessidade de utilizar algumas soluções em segurança é vital nas atividades das empresas.
             No passado quando se falava de segurança, as barreiras perimetrais se resumiam em cercas de arame farpado, cacos de vidros nos muros ou lanças nos portões, hoje com a tecnologia, existe vários equipamentos e dispositivos eletrônicos que agregam uma maior eficiência para inibir, detectar e retardar intrusões e ações criminosas. Sabemos que alguns riscos são efetivamente incontroláveis, mas uma parte pode ser reduzida ou eliminada mediante a adoção dos sistemas de proteção mais adequados.
         A segurança patrimonial começa na parte externa da sua empresa, indústria ou comercio, proteger as instalações é parte do negocio, principalmente com o avanço da criminalidade, pensando nisso dificultar a ação criminosa criando barreiras físicas e perimetrais e primordial. Veja como você pode implantar algumas soluções na sua empresa:
- Controle de visitantes: sistema de identificação de visitantes visa realizar o cadastro de visitantes sem a necessidade de retenção de documentos;
- Detector de metais: equipamento com sensibilidade capaz de detectar uma até uma pequena lâmina de barbear;
-Cabo microfônico: detecta o invasor por vibrações, ideal para alambrados e superfície do solo;
- Concertina: barreira física em aço ou galvanizado;
- Controle de acesso: os leitores biométricos avaliam uma característica única e intransferível de cada ser humano, tais como impressão digital, geometria da mão e íris do olho;
- Alarmes: alertam através de sinalização sonoro a intrusão do perímetro de segurança.
- CFTV: sistemas de monitoramento que filmam e gravam todo o perímetro da empresa.
              Entre as soluções em segurança, o CFTV ( Circuito Fechado de TV) é um dos mais utilizados, seja na residência, no comercio, na sua empresa. O CFTV tem papel ativo na segurança, podendo atuar sozinho ou em conjunto com sistemas de alarmes, controles de acesso, etc. Veja como podemos utilizar:
- Proteção: atuação na área de prevenção de acidentes em empresas;
- Investigação: no caso de furtos de produtos e bens da empresa por parte de funcionários e estranhos;
-Controle de acesso: na restrição e controle de entrada de pessoas e veículos em área protegida;
- Identificação: para o reconhecimento de pessoas e veículos em áreas de controle por parte do observador;
- Vigilância: comércios, escritórios, etc. Reconhecendo problemas, alterações, invasões e distúrbios que possam causar perigo ou risco as pessoas ou materiais lá encontrados.
        Com o aumento da violência,  as pessoas, empresas, condomínios, estabelecimentos comerciais, shopping centers, hipermercados, etc, estão cada vez mais contratando os serviços de segurança, seja sistemas  eletrônicos  ou vigilantes.Mas em alguns casos acabam esquecendo de verificar se a empresa prestadora dos serviços é regularizada junto aos órgãos competentes, não tomam  alguns cuidados e contratam vigilantes sem preparo, seus nenhum tipo de curso e sem qualificação, desta forma acaba  tornando-se um problema maior do que se não tivesse contratado, pois você assumi o risco de ter que responder pelos atos decorrentes desse vigia.
            Essas soluções mais econômicas na hora da contratação não é aconselhável, as empresas de segurança “clandestina” ( aquelas que não registram seus funcionários, não cumpri as obrigações legais e trabalhistas, etc) sai mais barato, mas quando falamos em segurança temos que lembrar do velho ditado “ o barato sai caro”.
            Da mesma maneira que você deve tomar cuidado na hora de contratar um vigilante, esses cuidados devem ser lembrados na contratação de uma empresa de segurança eletrônica. Por exemplo, se a análise de risco( levantamento do pontos vulneráveis)   do imóvel não for bem executada, o sistema poderá ser falho, onde a iluminação será inadequada, falhas na transmissão de sinais, sensores inadequados, alarmes que disparam a todo instante, etc. É de extrema importância que você ao adquirir um sistema eletrônico de segurança, realize junto com a empresa a relação de todos os pontos vulneráveis do seu imóvel ou de sua empresa.
            Vejas outras dicas que irão ter ajudar:
Contratação de vigilantes
 - Verifique primeiramente se a empresa é legalizada na Policia Federal;
- ser for um vigilante autônomo, verifique os antecedentes criminais, se possui o curso de vigilante registrado na PF, e verificar as referências profissionais.
Contratação de segurança eletrônica
- Verificar as qualificações da empresa que está contratando e outros projetos por ela já realizados;
- Verificar a qualidade dos produtos a serem comprados e instalados ( fabricante e procedência);
- Certifique que será realizado um projeto e se a empresa tem pós-venda ( manutenção e monitoramento);
- Verificar quando e em quanto tempo serão realizadas as manutenções do sistema.
Lembre-se : " Não adianta ter os melhores equipamentos de segurança e não ter um bom treinamento profissional do porteiro e do zelador . O fator humano é o principal e fundamental para a segurança do lugar. E finalizando fica uma frase de Chen Gilad - Diretor da empresa Hagana Segurança. " Se não conseguirmos eliminar a criminalidade, que pelo menos possamos afastá-las do nosso trabalho, de nossas casas, de nossas famílias e, enfim, de nossas vidas".

Siderley Andrade de Lima,  é consultor de segurança pessoal, diretor da CS3 Consultoria em Segurança. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário